Beleza, alimentação e pele…..

January 27th, 2017 por

 “Quase todas as infelicidades da vida vêm das falsas ideias que temos sobre o que connosco acontece”  (O vermelho e o negro – STENDHAL, 1743-1842)

A busca pela longevidade e beleza eterna é constante na vida do Homem contemporâneo. A mídia leiga reflete esse desejo, pois basta passar por qualquer banca de revistas ou ligar a televisão, que se encontrarão vários artigos a abordar os benefícios deste ou aquele alimento.

E aí de novo, a velha pergunta “que comer para ter a pele bonita”?

A pele é o maior órgão do corpo humano, sendo que individualmente ou coletivamente as três camadas (epiderme, derme hidoderme)

trabalham para proteger os órgãos internos e vitais, de agressões externas. A pele também tem papel relevante em controlar a temperatura e a perda de água corporal.

Logo, pode parecer lógico que este órgão tão grande, também se beneficie da alimentação balanceada. Verdade, verdadeira! Só que eu disse ALIMENTAÇÃO BALANCEADA, o que implica alimentação saudável e não modismos.

É indubitável que a deficiência de certos nutrientes, por exemplo, a vitamina C, causa lesões de pele e gengivas, conhecidas como escorbuto, doença que muito matou os desbravadores dos mares no início dos descobrimentos. À semelhança de todos os demais órgãos, a pele também sofre com as deficiências de nutrientes (desnutrição). Mas há que se ressaltar que isso, nos dias de hoje e no mundo ocidental, é pouco frequente entre a população geral. Ressalva deve-se fazer àqueles indivíduos com alguma doença.

O raciocínio também se aplica ao excesso de oferta de nutrientes, dos quais a obesidade é bem conhecida de todos (já escrevi várias coisas sobre isto). Mas por exemplo, ingerir cenouras  em excesso (ricas em caroteno) causa coloração da pele alaranjada (em crianças, isso é bem marcante e, até ocorre com frequência), o que seria um problema apenas estético, caso outros não existissem. Logo, além destes dois exemplos, outros há, sem dúvidas!

Sumariando, deficiências e excessos não são bons!

Então, porque abundam as informações sobre os benefícios deste ou aquele nutriente que fazem bem à pele e garantem a eterna juventude?

A resposta, no momento (pode ser que no futuro, as coisas mudem), é simples: marketing – alma do negócio!

Na verdade, na literatura científica atual (quem sabe no futuro????) há falta de pesquisas sobre associação e benefícios de suplementação extra-fisiológica de qualquer nutriente para impactar na “belezura” e eterna juventude! Até porque a área de micronutrientes (vitaminas e minerais) é um “buraco negro” na ciência da Nutrição, haja vista que não conseguimos mensurar muitos desses no sangue e, quando possível fazê-lo, os valores não refletem a quantidade presente no organismo, uma vez, que está guardada/acumulada em outros tecidos. Para complicar mais ainda o tema, nem sempre a ingestão de quantidades  estabelecidas na rotulagem (p. Ex. Suplementos em pílulas ou comprimidos) é absorvida na totalidade e, pode sofrer interação com o  estado de saúde do indivídudo (ausência/presença de doenças), os alimentos e as drogas. Complicado né?

Então, se quer pensar em sua pele para hoje e amanhã, pense bem na sua saúde e nos bons hábitos de vida: alimentação saudável, atividade física, adequado sono e, bem estar emocional. Isso é barato, na maioria das vezes!

 

2 Comentários

“O melhor médico é a natureza: ela cura três quartos das doenças e nunca fala mal dos colegas”

January 25th, 2017 por

Que frase fantástica! A autoria? Há controvérsias, pois num livro está indicada como sendo de Louis Pasteur, mas ao fazer a pesquisa no Google aparece como de Galeno! E agora? Galeno viveu no século II e Pasteur no XIX, períodos[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

Adeus Terê, até breve! Mas por você, tenho que falar em “Qualidade de vida”!

January 15th, 2017 por

O tempo que voa como uma albatroz sobre os mares da Antártida (acabei de ver isto na série The Hunt, no Netflix, que a propósito vale demais) roubou de mim a memória até  de como conectar-me com a minha página[…]
Leia o post completo…

2 Comentários

Desnutrição hospitalar – o que sei….

September 13th, 2016 por

Quinze anos se passaram desde que defendi meu Doutorado na Universidade de São Paulo. Na época, mostrei sobre a gravidade do problema desnutrição hospitalar e o impacto em complicações, mortalidade, tempo de internação prolongado e, obviamente, custos para o sistema[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

Beringela “au fois gras al sugo”….

September 7th, 2016 por

Que raio de nome chique eu inventei para um prato criado com os “restos” que havia na geladeira…… Salada de folhas verdes com alho em conserva e amêndoas, isso nem preciso compartilhar a receita porque é banal, mas vou descrever[…]
Leia o post completo…

Deixe um comentário

Mexa-se……

August 23rd, 2016 por

Atividade física é tão essencial no dia a dia, tal qual comer bem o é! Porém,  o que mais ouço é: “não tenho tempo ou não gosto de fazer atividade física”. Respondo de imediato: “mas para ficar no Facebook ou qualquer[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

Desconstruindo…..o esporte!

August 21st, 2016 por

Desconstruindo……somente assim,  posso justificar o meu afastamento de mais de um mês, deste blog! Ao desconstruir, busco entender porque há momentos que meu silêncio se faz necessário, ainda que a minha alma pensante e ativa siga trilhando pelo mundo da solidez[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

Perder peso, somente estética ou algo muito mais importante?

July 15th, 2016 por

Perder peso vai muito além da estética! Acredito que muitos já saibam de todos os benefícios, principalmente dos cardiovasculares e do controle do diabetes, quando se perde peso. Contudo, hoje, também sabemos que baixar o peso tem impacto na “história do[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

Somos todos “Portugal” hoje, até eu! 11 milhões….

July 11th, 2016 por

A minha frase título pode parecer estranha, ou até mesmo insensível, mas é na verdade, muito real. Porque? Simplesmente porque apesar do meu passaporte Português e da minha família que vive em Portugal, nunca me senti uma Portuguesa, em função[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

We are all “Portugal” today, even me! 11 millions….

por

My title sentence might seem weird and at the same time insensitive, but it is indeed very real! Why? Because, although I have a Portuguese passport and most of my family/relatives are in Portugal, I have never felt myself one of[…]
Leia o post completo…

1 Comentário