Perder peso….quanto custa?

August 11th, 2013 por

Muito….em todos os sentidos!

Contudo, me espanta como o assunto pode ser tratado de forma leviana e absolutamente comercial/marketeira. Há alguns tempos atrás,  um dos quadros do Fantástico,  da rede Globo, teve como tema acompanhar o jogador de futebol Ronaldo, o Fenómeno, na luta contra a balança. Dizem, por aí, que para aceitar tal desafio Ronaldo teria ganho muito dinheiro, coisa de “ões”. Enfim, não estou interessada em saber quanto ele ganhou, mas me preocupa que o assunto tenha sido abordado de forma tão simplista e, obviamente, marketeira. O certo, é que para aqueles que têm um pouquinho mais de senso crítico, o que infelizmente, não é a realidade para a maioria, a perda de peso do Ronaldo, não foi algo que deva ser, de foram alguma, elogiado. Afinal,  passados poucos meses, o mesmo já re-encontrou alguns, ou melhor, muitos dos quilinhos perdidos. E não me venham com o diagnóstico de hipotireoidismo, algo usado há alguns anos, também pelo mesmo Ronaldo e seus assessores, acostumados a lidar com gente não tão questionadora. Sim, sim…..hipotireoidismo não tratado gera aumento de peso, mas tão logo seja iniciado o tratamento, o metabolismo fisiológico é recuperado. Ou então, eu não posso ser exemplo de “fitness” e hipotireoidismo….já que também tenho o mesmo diagnóstico, e ingiro diariamente meu hormónio tireoideano! Mas deixemos o meu exemplo para depois….e voltemos à perda de peso e o preço que isso custa…Ronaldo ganhou peso  por um simples fato: a balança  pendeu para o positivo ora porque “o que entrou (comeu) foi muito mais do que saiu (exercício), ora porque o gasto do exercício foi menor”!

Afinal, perder peso custo muito!! Muito mesmo…. não só no sentido real, como também, no figurado! Vejamos….a maioria das pessoas que está acima do peso, já buscou mil alternativas, logo vários médicos, nutricionistas e muitas  “poções mágicas”, algumas dessas, inclusive prescritas por esses profissionais. Isto para não falar daquelas formulações “naturais” recheadas de “coisinhas” não muito saudáveis….ué…..mas afinal não são “funcionais” ou “homeopáticas”? Sem querer dirimir os princípios que regem os os alimentos funcionais e a homeopatia, a maioria de tais formulações em nada se assemelha ao natural. Contudo, a similaridade entre todas é o preço, que em geral, é “salgado”, principalmente quando é “especial”. Posso afirmar que se houvesse a fórmula ou a droga mágica não existiriam tantas opções no mercado!

Mas voltemos ao preço alto….e o é, porque não basta fazer dieta e ginástica,  ou até mesmo tomar drogas (controladas ou não), há que se mudar de vida! Acima de tudo, é essencial dar um chute no imediatismo e, passar-se a ser realista e determinado/a! E isto custa caro, muito caro, pois é o filme de nossas vidas que tem que ser re-editado!

Façamos uma conta fácil, para explicar o que quero dizer: um grama de gordura são 9 calorias, logo, um quilo corresponde a 9.000 calorias. Então, de uma forma simplista, perder um quilo é igual a nove mil calorias! Fácil assim? Continuemos …..se um mês são 30 dias, significa que teríamos que diminuir  300 calorias por dia da dieta ou aumentar 300 calorias no gasto com atividades físicas ou ainda, tirar 150 e aumentar 150 etc etc. Parece simples? Não, não é….porque uma hora de atividade física moderada, seja qual for, representa algo parecido com esse número  e, tirar 300 calorias da dieta somente é fácil para quem tem alimentação completamente desregrada. Logo, a conta final é alta! Funciona, no início bem, mas depois fica cada vez mais difícil e cara, emocionalmente! Contudo, sem desencorajar ninguém, afirmo é possível, claro! Como? Exatamente, dando o tal pontapé no imediatismo!

Vejamos então……o ganho de peso não foi imediato. Levou dias, meses, anos, um pouquinho aqui outro acolá e, lá se acumularam os quilos. Agora, a etapa é perder! Então, como disse, re-editemos o filme da vida e vejamos porque isso ocorreu? Genética, estresse, mudança de hábitos de vida (casamento, sedentarismo etc) estão aí para ser analisados. Pronto…diagnóstico feito, sigamos adiante de forma organizada, realista e objetiva. Demorará….quanto tempo? Tanto quanto se investir para que isso ocorra:  tempo, dedicação, aprendizado e muita determinação! Às vezes, é possível fazer-se isso só, mas para a maioria a ajuda é fundamental! Procuremos profissionais conscenciosos, que certamente responderão: sem pressa, com determinação e dependente do quanto você quer!

É possível? Sempre é mas, CUSTA CARO!

Afinal, só o Ronaldo ganhou……. dinheiro e …….os quilos também!

A partir da próxima semana, irei discutir, em conjunto com os meus alunos da pós, alternativas reais e científicas do mal Obesidade!

 

4 comentários para Perder peso….quanto custa?

  1. RISIANNE ALMEIDA SANTOS comentou:

    Adorei, simplesmente ótimo, falou tudo, me descreveu!
    Parabéns, e se possível quero ler todas as suas publicações doutora.
    Risianne

  2. Janaina comentou:

    Fantástico texto!!! Totalmente de acordo! Custa caro e há que suar camisa! Vou compartilhar!

  3. Luiz Antonio Cruz barreto comentou:

    Tenho muito conhecidos que a anos são ludibriados com sta história de dietas,por isto vou divulgar com muito prazer estas reflexões.

  4. Rosângela Fernandes comentou:

    Fantástico! Temos percepção semelhantes, ao contrário de muitos profissionais que prometem o que não podem cumprir, e acima de tudo, deixam o dinheiro de seus pacientes irem por água abaixo. Presencio pessoas imediatistas à minha procura no consultório diariamente. Fico feliz, que como nutricionista, tenho conseguido bons resultados trabalhando eticamente e colocando essas pessoas com o pé no chão. Afinal, as gramas foram acumuladas em meses, e a procura é por perder quilos em dias.

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *