Preto no branco….

July 24th, 2013 por

A expressão preto no branco é antiga e tem várias explicações, não muito convincentes. No meu entender e, com base no sentido figurativo, a expressão significa “deixar claro e registrado”. E porque?  Preto da tinta e branco do papel, ou seja, está escrito, logo existe!

Mas há outras formas de interpretação, como a que é representada pelo símbolo oriental, no qual os extremos do escuro/nebuloso/ versus o branco/claro, sem olvidar o ponto contrário da cor  em cada uma das metades, enseja o equilíbrio, mesmo quando predomina uma das cores. Equilíbrio que anda absolutamente ausente do cotidiano humano contemporâneo. Vejamos….

Hoje, no meu entender, Belo Horizonte deveria ter acordado PRETA E BRANCA! A cidade deveria estar alegre, festiva, POSITIVA e sim, dizer “Nós acreditamos no  CAM…..GALO!!! “Mesmo que  não seja torcedor,  deveria-se, mesmo que não se almeje a vitória da equipe da casa, das Minas Gerais, afinal do Brasil na Taça Libertadores, ficar no silêncio da sua convicção Azul.

Aprendi que para crescer na vida, não deveria destruir o outro, mas sim vencer por mim! Esse é o verdadeiro espírito do esporte! Que infelizmente também anda esquecido. Afinal, joga-se por dinheiro e não pela camisa, corre-se movido a substâncias ilícitas e que matam, só para não dizer que são anti-éticas e, por fim, o show , falácia almejada, é  irreal e até manipulado. Triste mesmo é ver que esses são os exemplos para os jovens! Ai…mas, de maus exemplos estamos nós repletos!

Detesto os extremos sem vislumbrar algo de equilíbrio!

Não posso compactuar com os foguetes  para comemorar a derrota do adversário (ainda para mais que o Nick tem pavor), abomino o barulho daqueles que perturbam a noite dos jogadores da outra equipe, mas não só esses, pois ali há gente que trabalha no dia seguinte, há pacientes em hospitais, ou ainda,  há gente que deseja o mínimo de direito: silêncio! Detesto o hino da torcida organizada que incita a violência, tenho raiva de quem não respeita a minha preferência etc etc….Sim, sou preto no branco, com muita honra e alegria, mas jamais radical!

Hoje, que vença o melhor em campo! Continuarei a ser Galo independente do resultado! Ser Atleticana,  ainda que não tenha sido de nascença, afinal lá em Angola nem sabia o que era Atlético, apaixonei-me pelo Galo, quando há mais de trinta e tantos anos, em momento de solidão e grande tristeza, o sol brilhou no Labareda! Era o Preto no Branco!

Meu desejo….que o Preto no Branco fosse literalmente vitorioso, não só hoje, mas sempre!

O esporte deveria ser o grande caminho para isso! Pena que os dirigentes não vislumbrem essa trilha e que os esportistas desejem a fama tão rápida, mas tão efêmera! Como ex-atleta e atual esportista, isso é um sonho! E por isso, seguirei sendo eterna PRETO NO BRANCO! E hoje, claro…..GAAAAALLLLLLOOOOOOOO!

Os extremos

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *