Pergunte por um dia especial?

November 21st, 2017 por

21 de Novembro de 1987! 

Sempre quis ser mãe e, se fosse do sexo masculino, seria Marco Túlio, tal qual meu avô adorado, que tanto moldou em mim seu espírito questionador, desafiante da mesmice e que soltava aquele “palavrão” com a maior classe! Afinal, quando as coisas iam mal, nada melhor do que dizer  “essa m…….”.

Querido vô Marco, e não é que nasceu o seu xará há exatamente trinta anos???! Veio ao mundo de olhos azuis, tudo o que eu sempre quis ter herdado da avó Margarida, mas que por ironia do destino não ganhei. Por causa disso, ainda estou em falta com o mundo: afinal, sempre dizia que se tivesse um filho de olhos azuis, colocaria um anúncio no jornal. Não coloquei, ainda! Quem sabe um dia faço-o em dose dupla, pois além do filho, também o neto que você me deu herdou os olhos azuis?

Era um Sábado, dia de descanso. Mas você chegou para fazer a festa do dia e da vida! Essa mudou radicalmente com sua chegada: as noites passaram a ser longas e os dias ainda mais repletos de atividades. Ser mãe e compartilhar as tarefas de mulher, esposa, dona de casa e profissional cirurgiã foram um desafio hercúleo, em que a cada minuto era testada das minhas capacidades físicas e intelectuais. Contudo, você fez valer cada momento de exaustão, cada lágrima de dor e cada pergunta sem resposta.

Ah sim….também chegou questionador de tudo, até da sua sombra (diriam, a genética é forte). Isso, para não dizer que  não é qualquer resposta que o satisfaz, tal qual alguns que eu bem conheço muito intimamente. Afinal, tem que haver lógica, não pode ser simples assim,  só porque “eu queo”.

É, os Rs não existiam na sua linguagem, assim como as respostas simples. Afinal, o mundo era e é “gigântico”, pois nas letrinhas dos mil e um livros que sempre andaram debaixo do seus bracinhos, agora brações,  há um infinito a ser desvendado, assim como a palavra de Deus.

E quem diria que ao te educar sem religião, você abraçasse com tanta alma e amor os caminhos de Jesus? Prova de que nem sempre os filhos trilham os passos dos pais. Neste caso, sem dúvida, muito mais abençoados e iluminados. Admiro sua fé!

Trinta anos se foram, você cresceu, virou homem, formou família e deu-me Samuel, o neto que eu dizia, há alguns anos, não estar preparada para ter. Mas como tudo tem sua hora, ele chegou no momento em que ser avó já era não somente uma realidade, mas um desejo.  A mais pura comprovação de que as prioridades também evoluem para melhor! Crescemos!

21 de Novembro de 1987 – um dia ímpar, em todos os quesitos, somente comparável a outro dia ímpar (21/09/1993)!  Dia (21), mês (11) e ano (1987), além de você tão ímpar e especial!

Te amo até o universo!

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *