Luíza Brunet foi agredida!

July 1st, 2016 por

Hoje, em todas as mídias eletrônicas a notícia é “Luíza Brunet foi agredida por seu ex-namorado”! Parabéns Luíza pela coragem de ter vindo a público denunciar a agressão física, principalmente por se tratar de quem é, tanto a agredida como o agressor!

Ao ler os comentários sobre a notícia, há os muito ridículos e os sensatos. Incrédula com tudo, deparo-me com a minha inquietude em saber que há seres humanos que são absolutamente ignóbeis em pensar  que por se tratar de Luíza Brunet, o objetivo é atrair mais notoriedade.

Será que alguém em sã consciência gosta de apanhar e depois usa o fato para atrair atenções? Definitivamente, as mentes contemporâneas andam gravemente enfermas! Luíza não precisa ser agredida para fazer a mídia, pois ela tem história suficiente para ainda manter o status de personalidade pública, mesmo depois de tantos anos do auge como modelo. E, exatamente, por o ser é que deveria mesmo ter denunciado o agressor! Aliás, demorou, foi tarde! A meu ver,  até a imagem da prova do “crime”, precisaria ter sido revelada.

Gente que é “midiática” precisa sim expor causas, principalmente quando merecem a atenção   porque são deveras  importantes. Independentemente se são boas ou ruins as notícias têm que ser divulgadas. Afinal, estas pessoas são vistas como “exemplos” a ser seguidos ou não e, têm poder de mudar realidades.

Luíza Brunet se expôs ao mundo, mas acima de tudo aos filhos e à família direta. Foi e é  duro, com certeza! Mas por outro lado, mostrou à sociedade que o “mal” também existe no mundo do glamour e,  que não “bate” somente à porta de  simples mortais, como todos nós. Aliás, o mal é muito maior do que se imagina em se tratando de relações entre homens e mulheres, mesmo as de longa data e muita estabilidade (aparente, claro).  Porém, em geral, tudo se abafa, por meio do silêncio ou da negação. A causa?? Talvez o medo, o pudor, a tristeza, a vergonha ou simplesmente por isso, por aquilo e, assim se mantém as aparências, até que um dia não dá mais! Mas aí, então, o dano já foi feito e a alma destruída, só faltou o corpo ser maltratado. No caso de Luíza, chegou até esse momento. Mas, o pior em  alguns casos, o fim que chega  – a morte!

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *