Camarão “Márcio Kierulff”

September 26th, 2015 por

A receita de hoje foi criada com o apoio moral e físico do meu amigo Márcio Kierulff, logo nada mais justo que dar-lhe o nome. Então vamos lá, estávamos reunidos para planear o jantar de aniversário dele, a tomar um champanhe Louis Roederer e a fazer o jantar da noite de ontem. Mas o prato começou a ser feito na verdade, de tarde quando para aproveitar umas aparas de carne que equivocadamente eu tinha descongelado e, optei por fazer um caldo. Logo comecemos por este.

Esta receita serve bem 4 pessoas.

Caldo de carne caseiro

200g de aparas de carne (qualquer). No meu caso foram de contra-filé

1 cebola

5 caules de salsão

1 tomate grande com casca

1 cenoura inteira

5 litros de água

1 pau de canela

6 cardomomos

Sal a gosto

Refogar a carne e a cebola. Adicionar os demais ingredientes e a água. Cozinhar em fogo baixo. Quando a cenoura estiver quase cozida, adicionar a canela e os cardomomos (eu coloco dentro de um infusor de chá para poder retirar depois, quando usar as verduras desse caldo para fazer uma sopa). Cozinhe até a cenoura estar bem cozida. Deixe esfriar na panela. Se houver excesso de gordura, esta ficará sólida e poderá ser desprezada. No meu caso, não houve, porque a carne não era gorda. Pronto, esse caldo pode ser usado para fazer várias coisas e os ingredientes guardados para fazer uma sopa ou um puré.

Camarão “Márcio Kierullf”

1 pacote de camarão médio de 1 kg (deixei temperado por duas horas com pasta de sal e alho, feita aqui em casa, e 200mL de vinho branco)

1 cebola média picadinha (muito bem)

1 chávena de arroz bomba (este é um arroz espanhol, usado comumente na Paella)

1 pacote de açafrão para Paella

200g de vagem cozida picada

200g de bróculos japoneses cozidos e picados

1 fio de azeite, mínimo (nem 10mL)

Doure a cebola com um fio mínimo de azeite. Adicione os camarões e o açafrão,  doure por no máximo dois minutos. Retire os camarões e reserve-os. Acrescente o arroz e aos poucos o caldo feito anteriormente até que cozinhe bem (cerca de 15 a 20 minutos, de acordo com a chama). Atenção, a quantidade de água será o suficiente para alcançar o adequado cozimento. Quando o arroz estiver quase no ponto, adicione, os bróculos, a vagem e  os camarões. Deixe mais uns minutinhos (máximo dois a três).  Ah….eu acrescentei, já no final, pimenta vermelha.  Hum….e, o resto de uma salada de salsão, que sobrou do almoço……kkkkkk (ok, vamos lá, foi mais ou menos cerca de 200g dessa salada que tinha salsão, tomate, cebola roxa e maçã verde. Como foi pequena quantidade, diria que não muda nada se não for adicionada, mas se mesmo assim, quiserem manter a originalidade, diria então – 1 talo de salsão, 1 tomate pequeno, 1/4 cebola roxa e 1/4 de maçã). Sirva o arroz bem molhadinho.

Pronto….sirva e decore como quiser!

(Desculpem se às vezes as receitas parecem complicadas, mas vão surgindo, à medida que eu abro a geladeira e vejo coisas na frente, aí saio a misturar tudo e, não é que dá certo!????). Mas garanto, no final, é tudo super simples e rápido. Esta receita ficou pronta em 30 minutos, no máximo.

Sugestão para harmonizar – vinho tinto Artero (uvas tempranillo + merlot + shiraz).

IMG_3825

 

 

 

 

PS – a sobremesa conto depois!!!! :):):)

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *