Vamos facebookar!

October 29th, 2014 por

Há verbo novo no mercado! Ou melhor, decidi que agora, também vou me dar o direito de inventar o português, afinal sou Presidente! Ou seja, pela teoria vigente no país em que vivo, o poder dar-me-ia essa premissa e, eu poderia fazer com que as pessoas se sentissem confortáveis com a minha invenção! Descansem, não pretendo assumir tal papel e, esta foi apenas a maneira que encontrei para externar meu sentimento momentâneo.

Contudo,  no mundo em que o Facebook é meio de comunicação de massas, até penso que seja pertinente inventar esse novo verbo e adicioná-lo ao no nosso querido idioma, tão maltratado ultimamente. Afinal, não há como negar o valor agregado que tal ferramenta trouxe ao mundo contemporâneo. Por meio desse, se encontram velhos amigos, se iniciam novos relacionamentos, expõem-se pensamentos e rotinas, contratam-se serviços do bem e do mal e, divulgam-se centenas de mentiras. Sou usuária do Facebook e, cada vez mais,  minha vida fica atrelada ao mesmo, por inúmeras razões, inclusive familiares. Mas, por ou lado, existem momentos que tenho vontade de “jogar uma bomba” nos “posts” de  mau gosto que algumas pessoas publicam. A verdadeira escória das escórias! Durante a campanha eleitoral foi uma vergonha. Quanta mentira e hipocrisia!

Agora, passados os tempos de tormenta, muitos acreditam que a bonança verborréica possa ser alcançada. Me pergunto como pode o ser humano ser tão iludido?!  O que se escreveu de mentira ultrapassou todos os limites da aceitabilidade e, principalmente, quando “postados” por gente que teoricamente deveria ter critério de seleção e classe. É,  já dizia alguém por aí, que em momentos de caos é quando de fato se conhecem os outros. A mim, nada mais me espanta, pelo contrário, só me certifico das minhas convicções, aparentemente, lógicas!

Ok pessoal, apaguem do “hard drive” tudo o que disseram sobre as igualdades ou desigualdades idiossincrásicas e sigam, pois o circo continua! Afinal, os leões, ou melhor, os palhaços continuam o show (com todo o respeito, a essa classe de profissionais que desde menina me fascina. Adoro, a capacidade que têm de transmitir sentimentos somente com expressões, mostrando, que a fala deve ser guardada para aqueles que precisam marcar o ponto e a guarda).

Vou…..então, vou facebookar!

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *