Beleza, alimentação e pele…..

January 27th, 2017 por

 “Quase todas as infelicidades da vida vêm das falsas ideias que temos sobre o que connosco acontece”  (O vermelho e o negro – STENDHAL, 1743-1842)

A busca pela longevidade e beleza eterna é constante na vida do Homem contemporâneo. A mídia leiga reflete esse desejo, pois basta passar por qualquer banca de revistas ou ligar a televisão, que se encontrarão vários artigos a abordar os benefícios deste ou aquele alimento.

E aí de novo, a velha pergunta “que comer para ter a pele bonita”?

A pele é o maior órgão do corpo humano, sendo que individualmente ou coletivamente as três camadas (epiderme, derme hidoderme)

trabalham para proteger os órgãos internos e vitais, de agressões externas. A pele também tem papel relevante em controlar a temperatura e a perda de água corporal.

Logo, pode parecer lógico que este órgão tão grande, também se beneficie da alimentação balanceada. Verdade, verdadeira! Só que eu disse ALIMENTAÇÃO BALANCEADA, o que implica alimentação saudável e não modismos.

É indubitável que a deficiência de certos nutrientes, por exemplo, a vitamina C, causa lesões de pele e gengivas, conhecidas como escorbuto, doença que muito matou os desbravadores dos mares no início dos descobrimentos. À semelhança de todos os demais órgãos, a pele também sofre com as deficiências de nutrientes (desnutrição). Mas há que se ressaltar que isso, nos dias de hoje e no mundo ocidental, é pouco frequente entre a população geral. Ressalva deve-se fazer àqueles indivíduos com alguma doença.

O raciocínio também se aplica ao excesso de oferta de nutrientes, dos quais a obesidade é bem conhecida de todos (já escrevi várias coisas sobre isto). Mas por exemplo, ingerir cenouras  em excesso (ricas em caroteno) causa coloração da pele alaranjada (em crianças, isso é bem marcante e, até ocorre com frequência), o que seria um problema apenas estético, caso outros não existissem. Logo, além destes dois exemplos, outros há, sem dúvidas!

Sumariando, deficiências e excessos não são bons!

Então, porque abundam as informações sobre os benefícios deste ou aquele nutriente que fazem bem à pele e garantem a eterna juventude?

A resposta, no momento (pode ser que no futuro, as coisas mudem), é simples: marketing – alma do negócio!

Na verdade, na literatura científica atual (quem sabe no futuro????) há falta de pesquisas sobre associação e benefícios de suplementação extra-fisiológica de qualquer nutriente para impactar na “belezura” e eterna juventude! Até porque a área de micronutrientes (vitaminas e minerais) é um “buraco negro” na ciência da Nutrição, haja vista que não conseguimos mensurar muitos desses no sangue e, quando possível fazê-lo, os valores não refletem a quantidade presente no organismo, uma vez, que está guardada/acumulada em outros tecidos. Para complicar mais ainda o tema, nem sempre a ingestão de quantidades  estabelecidas na rotulagem (p. Ex. Suplementos em pílulas ou comprimidos) é absorvida na totalidade e, pode sofrer interação com o  estado de saúde do indivídudo (ausência/presença de doenças), os alimentos e as drogas. Complicado né?

Então, se quer pensar em sua pele para hoje e amanhã, pense bem na sua saúde e nos bons hábitos de vida: alimentação saudável, atividade física, adequado sono e, bem estar emocional. Isso é barato, na maioria das vezes!

 

2 Comentários

“O melhor médico é a natureza: ela cura três quartos das doenças e nunca fala mal dos colegas”

January 25th, 2017 por

Que frase fantástica! A autoria? Há controvérsias, pois num livro está indicada como sendo de Louis Pasteur, mas ao fazer a pesquisa no Google aparece como de Galeno! E agora? Galeno viveu no século II e Pasteur no XIX, períodos[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

Adeus Terê, até breve! Mas por você, tenho que falar em “Qualidade de vida”!

January 15th, 2017 por

O tempo que voa como uma albatroz sobre os mares da Antártida (acabei de ver isto na série The Hunt, no Netflix, que a propósito vale demais) roubou de mim a memória até  de como conectar-me com a minha página[…]
Leia o post completo…

2 Comentários