Carnes vermelhas e embutidos na berlinda!!!

October 30th, 2015 por

Desde a última Segunda que a minha atribulada rotina foi alterada por várias chamadas telefónicas, com demanda de entrevistas “de urgência” por este ou aquele veículo de comunicação, ao que infelizmente, tive que negar em função da minha agenda e, porque também não poderia opinar sem ler  a causa da “urgência”: o relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre alimentos e câncer. Na verdade,  a OMS  havia acabado de publicar notícia colocando a carne vermelha e os embutidos no patamar de grandes fatores de risco  para câncer do trato digestivo, em particular do intestino grosso (cólon).

Assim sendo, fui ler o relatório, ainda que antes mesmo de fazê-lo, já tivesse claro que o que estava a ser alardeado não era nenhuma novidade no meio científico. Há muito que sabemos que tanto a ingestão aumentada de carnes vermelhas como a de embutidos está associada ao risco aumentado dos referidos tumores. Acrescente-se a isso, o preparo inadequado, por exemplo,  churrascos e defumados, que aumentam consideravelmente esse risco. O que o relatório confirma são os dados observados ao longo de muitos anos, por meio de estudos epidemiológicos que avaliaram tais associações e, que em geral, está acompanhado de outros hábitos alimentares inadequados.

Posto isto, então vamos parar de comer estes alimentos? Claro que não…..não e não!!!

Tudo em excesso ou de menos é o problema com estes e outros alimentos ou  com hábitos de vida, inclusive os tidos como saudáveis, como por exemplo, o excesso de exercício físico é maléfico, quem diria??!!!

Então, o que seria o consumo aumentado de carne vermelha? Algo em torno de mais 100g por dia, ou o equivalente a porção cujo tamanho é igual à palma da mão. E de embutidos? Cerca de duas fatias diárias. Considerando que isso é diariamente, as coisas não são assim tão ruins, né? O pior é que muitos de fato ingerem mais do que isso, rotineiramente.   Para esses fica o alerta!

Contudo, incomoda-me a maneira “terrorista” como a mídia aborda estes temas. Esclarecer é importante, em especial de forma contínua e sem sensacionalismo. Logo, em vez de causar pânico e histerismo, o momento deveria era ser usado para aumentar a consciência sobre a importância da boa alimentação. E, é nessa tecla que sempre bato! Deve-se ressaltar que não há fórmula mágica, mas comer bem é simples (já abordei isso em outro posts). Mas vamos lá ……..

Suas refeições são variadas,  coloridas, de preferência com alimentos in natura (sem serem industrializados)? O  preparo foi sem fritura? Se as respostas foram “sim” para ambas as perguntas, certamente está no caminho certo! Não se preocupe com os modismos, mas se tiver dúvidas procure um profissional sério que possa-o orientar.

1 Comentário

Vitamina de pêssego, banana e alecrim

October 16th, 2015 por

Porção – 1 copo e meio Ingredientes 2 pêssegos pequenos 1 banana 1 ramo pequeninho (mais ou menos, 10 folhinhas)  de alecrim fresco 5 cubos de gelo 1 saché de adoçante 1/2 copo de água Bater tudo no liquidificador e,[…]
Leia o post completo…

Deixe um comentário

Galápagos, last part…

por

Time and willingness to write were the reasons not to have finished up my Galapagos tour description. My life keeps on moving frenetically day after day, and I personally have been amidst what to do next while the whole country[…]
Leia o post completo…

1 Comentário

Cozinhar é arte, saúde e amor!

October 14th, 2015 por

A comida sempre teve grande significado na minha vida, não exatamente por aquilo que hoje representa (saúde, prazer, paixão e amor), mas porque paradoxalmente, comer era um sacrifício quando eu era menina! Vai explicar isso para alguém….bem, mas este não é o tema[…]
Leia o post completo…

Deixe um comentário

Vitamina bombada….kkkkk, depois de um super pedal!

October 4th, 2015 por

Sabe o que acontece quando vc chega de um super pedal     e, seus amigos decidem deixar vc sem saber se vai sair o tal de Outback ou não?  A fome aperta, mesmo que alguns tira gostinhos muiiiittto “saudáveis”[…]
Leia o post completo…

Deixe um comentário