Silêncio….

March 9th, 2014 por

Silêncio das palavras, alma em catarse!  Como será possível que após mais de meio século de existência, essa alma insista em ser rebelde?  Será esta a melhor palavra para defini-la? Ou quem sabe a questão navega por mares anteriormente visitados?

E em meio a tudo isto, para-se, pensa-se e para tantas perguntas, uma só resposta: crise!

Ética, educação, social, económica, política etc etc. Confabulo entre anarquia cerebral e  os olhos que insistem em fechar-se pelo sono  decorrente de mais de quarenta horas de viagem. Como  pesam! Contudo,  ainda conseguem decifrar os espaços em branco da tela do computador para preenchê-los com tradução de sentimentos. Ou será que o vazio está é no momento?  Reflitamos….

Japão, lá do outro lado do mundo, terra do Sol nascente, mas não só, pois esse brilha ainda que chova ou neve. O respeito, a solidariedade e a modernidade convivem lado a lado em constante harmonia. Tudo é limpo por fora, mas certamente, por dentro também. Isso está na índole do indivíduo que aprendeu desde cedo a respeitar o outro. Cenas corriqueiras como atender um celular numa cabine de trem, são desencorajadas. Na verdade, o pedido é para deixá-lo no modo vibrador e , se necessário contestar, que o seja feito fora da espaço coletivo. Conversar alto, ouvir música sem limites, sujar o entorno, nem pensar! São ações totalmente fora de cogitação!  Vive-se em comunidade solidária, algo que se aprende desde criança.  É assim, e todos respeitam!

Recobro os sentidos da realidade e, dou-me conta que aqui sou a diferente por sonhar com o Sol nascente! Sempre fui assim, afinal nada mudou. Alguma luz me alumia, por favor!

1 Comentário